French Tech Lisbon oficialmente inaugurada na capital portuguesa

A French Tech está agora presente em 35 cidades em todo o mundo sendo Lisboa a mais recente inauguração, ganhando a capital portuguesa mais um hub internacional.

A iniciativa da French Tech foi criada pelo Governo Francês em 2013 e pretende apresentar França e o seu ecossistema empreendedor como um player global e acelerar o crescimento internacional das startups francesas. Portugal emergiu nos últimos três anos como um dos ecossistemas empreendedores mais dinâmicos em toda a Europa atraindo eventos globais como a Web Summit. Este ano, a French Tech será parceira do Web Summit para partilhar novas e inovadoras ideias de diversas startups francesas sendo que muitas delas procuram expandir a sua atividade em Portugal.

Remi Charpentier, co-fundador da French Tech Lisbon, afirma que estão entusiasmados por lançar agora a French Tech em Lisboa. “A capital portuguesa é um dos ecossistemas empreendedores mais enérgicos em todo o mundo. Com o Web Summit abriu-se uma nova janela de oportunidade para Lisboa apoiar as startups tecnológicas a crescer de forma dinâmica e sustentável. A French Tech Lisboa é uma network composta por empreendedores e profissionais franceses ou falantes de francês e que pretende contribuir para o crescimento das empresas de origem francesa constituindo-se como uma ponte entre os ecossistemas tecnológicos. Investidores Franceses estarão à procura de novas oportunidades e França pode ser um hub para as startups portuguesas que desejem crescer a nível internacional”, adianta.

De acordo com dados revelados pela French Tech Lisbon, o número de empresas francesas que estão a acelerar o investimento em Portugal é crescente. A mão de obra qualificada e jovem a trabalhar na indústria tecnológica também. o Estima-se que a população Francesa a viver em Portugal é de cerca de 30.000 pessoas, sobretudo, em Lisboa e Porto. A comunidade está em crescimento e não apenas pensionistas, mas também empreendedores e freelancers.

França é ainda o segundo investidor direto estrangeiro em Portugal (atrás de Espanha) com 600 empresas afiliadas de francesas (19% de todas as afiliadas internacionais).





Mais notícias