Fraunhofer premeia teses de mestrado e doutoramento

Decorre até 30 de julho o prazo de candidaturas à 8ª edição do concurso de ideias Fraunhofer Portugal Challenge. As ideias devem refletir o potencial impacto da sua aplicação prática.

O desafio é dirigido a estudantes e investigadores de universidades portuguesas, que podem apresentar as ideias desenvolvidas nas suas teses de mestrado e de doutoramento. A tese deverá ter sido concluída no ano letivo 2015/2016 ou defendida em 2016/2017.

O concurso é promovido pelo centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS, da Associação Fraunhofer Portugal e premeia a investigação de utilidade prática nas áreas das Tecnologias da Informação e Comunicação, Multimédia ou outras Ciências. Entre os temas preferenciais figuram smartphones, saúde, agricultura, países em desenvolvimento, wearables, croud sourcing, sistemas de posicionamento local, sensores de mobilidade, monitorização de atividade, desporto, segurança, seniores, big data e logística.

“As ideias submetidas devem refletir o potencial impacto nas áreas científicas atualmente em desenvolvimento pelo centro de investigação, como é o caso da interação homem-máquina, do processamento de informação e da computação autónoma”, explica a entidade promotora em comunicado de imprensa.

As candidaturas são online e decorrem até 30 de julho.

O vencedor do concurso será revelado a 25 de outubro, por ocasião do encerramento do Fraunhofer Portugal Challenge. As seis melhores ideias recebem prémios científicos, num total de nove mil euros, contemplando as categorias de mestrado e doutoramento, com três prémios cada.

A Fraunhofer Portugal promove a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades da população. Criada em 2008 pela Fraunhofer-Gesellschaft, maior organização de investigação aplicada da Europa, e pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, tem sede no Porto.



Mais notícias