França e Croácia: estrelas e curiosidades de uma final que o mundo nunca viu

Franceses e croatas defrontam-se domingo em Moscovo com 1998 em mente. Foi no Mundial 'francês' que os 'bleus' se sagraram campeões do mundo pela primeira e última vez, depois de eliminarem a super-Croácia nas meias-finais.

FIFA World Cup Russia 2018

Os franceses tentam conquistar um título que lhes foge desde 1998, quando conquistaram o Mundial diante do seu público. Nas fases a eliminar, os ‘bleus’ eliminaram a Argentina por 4-3, o Uruguai por 2-0 e a Bélgica por 1-0.

A Croácia chega a esta final depois de ter ultrapassado a Inglaterra no prolongamento, a anfitriã Rússia nas grandes penalidades nos quartos-de-final, depois de um empate a 2-2 no fim dos 120’. De relembrar que os croatas venceram a Dinamarca nos oitavos-de-final do Mundial.

As estrelas

França: O ataque liderado por Antoine Griezzman promete ser uma ‘dor de cabeça’ para a defesa belga. O meio-campo é comandado por Paul Pogba, enquanto na defesa o jovem lateral direito Benjamin Pavard, tem sido uma das grandes revelações deste mundial, tendo inclusivamente marcado na vitória contra a Argentina, nos quartos-de-final.

O médio Luka Modric é a figura de maior destaque e ajudou a sua seleção a chegar a uma fase inédita para os croatas. Pelos pés do jogador do Real Madrid, que já conquistou a Liga dos Campeões esta temporada, passa toda a dinâmica ofensiva do futebol croata.

Os ‘homens-do-leme’

Didier Deschamps, finalista vencido do Europeu 2016, que Portugal conquistou em Paris, pode levar a França ao segundo título mundial, vinte anos depois de o ter feito como jogador.

No lado da Croácia, o selecionador Zlatko Dalic tem a sua primeira experiência como treinador principal, depois de ter sido técnico-adjunto da seleção de sub-21.

Curiosidades

Esta é a primeira final da Croácia. A última vez que a Croácia chegou tão longe num Mundial foi a uma meia-final do Campeonato do Mundo em 1998, quando foi eliminada pela seleção vencedora dessa edição, a França, por 2-1. Em 2018, Luka Modric e Rakitic tentam levar a seleção a outro patamar.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB