FMI contraria Governo e prevê desaceleração da economia portuguesa em 2018

Projeções do Fundo são menos otimistas que as do Governo português. Taxa de desemprego vai continuar acima dos 10%, segundo o FMI.

Bogdan Cristel/Reuters

No World Economic Outlook divulgado hoje, o Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê um crescimento de 1,7% para a economia portuguesa este ano, abaixo dos 1,8% previstos pelo Governo no Programa de Estabilidade.

Para 2018, enquanto o Governo português prevê um crescimento do PIB de 1,9%, o FMI estima um recuo face a 2017, ao prever que a economia portuguesa irá crescer 1,5%. Ou seja, uma diferença de 0,4 pontos percentuais entre as duas previsões.

Quanto à taxa de desemprego, o Fundo prevê uma descida, tal como o Governo de António Costa, mas a ritmos diferentes. O FMI aponta para uma taxa de 10,6% este ano e para 10,1% em 2018, enquanto o Executivo português espera que a taxa seja de 9,9% já em 2017.

O FMI prevê ainda que a inflação em Portugal se situe em 1,2% em 2017 e em 1,4% no ano seguinte.

Mais notícias