FIFA anuncia 369 milhões de dólares de prejuízos em 2016

Organismo que gere o futebol mundial apresentou um prejuízo elevado em 2016 e só deverá voltar aos lucros em 2018. Custas judiciais do processos de corrupção onde esteve envolvido contribuíram para as perdas.

A FIFA, organismo que gere o futebol mundial, registou em 2016 perdas de 369 milhões de dólares (348 milhões de euros), o que é explicado no relatório e contas, noticiado pela AFP, pela adoção de uma nova norma contabilística, mas também pelos investimentos imprudentes, e pelo impacto das investigações judiciais ao nível das custas judiciais que somam cerca de 53 milhões de dólares. O regulador do futebol mundial foi abalado pelo maior escândalo de corrupção da sua história.

“Estes investimentos imprudentes” citados no relatório financeiro anual da FIFA, publicado nesta sexta-feira, são devidas ao Museu do Futebol Mundial da FIFA e ao Hotel Ascot em Zurique, onde o organismo máximo de futebol tem sua sede, refere a AFP.

“A estagnação da economia mundial e a redução do investimento, aliadas às investigações a antigos dirigentes colocaram sob as contas da FIFA sob pressão”, refere o relatório do organismo presidido pelo suíço Gianni Infantino. O organismo espera voltar aos resultados positivos em 2018.

 

Mais notícias