Faturação da Semapa caiu 2,5% no primeiro trimestre

As exportações e vendas no exterior ascenderam a 387,5 milhões de euros, o que representa 76,2% do volume de negócios.

Foto cedida

O volume de negócios consolidado do Grupo Semapa no primeiro trimestre de 2018 foi de 508,7 milhões de euros, resultando num decréscimo de 2,5% face ao período homólogo.

As exportações e vendas no exterior ascenderam a 387,5 milhões de euros, o que representa 76,2% do volume de negócios.

O EBITDA do primeiro trimestre de 2018 aumentou cerca de 16,6% face a igual período do ano anterior, atingindo 129,6 milhões de euros.

O lucro da ‘holding’ liderada por Pedro Queiroz Pereira nos primeiros três meses deste ano cresceu 90,3% face ao período homólogo, para 27,2 milhões de euros.

A administração da Semapa explica este crescimento dos lucros com o aumento do EBITDA total em cerca de 18,4 milhões de euros, “sendo a Navigator a responsável por este crescimento”.

A redução de amortizações, perdas por imparidade e provisões no valor de 6,3 milhões de euros; a redução dos resultados financeiros líquidos em cerca de um milhão de euros face ao período homólogo e  aumento dos impostos sobre o rendimento em cerca de 5,6 milhões de euros são outros fatores explicativos para os lucros obtidos pela Semapa no primeiro trimestre deste ano.

Neste período, a Semapa conseguiu reduzir a dívida consolidada em 116,1 milhões de euros, para 1.557,5 milhões de euros.

 




Mais notícias