Facebook multada em 110 milhões de euros por “informação enganosa” na aquisição do WhatsApp

A Facebook Inc. foi multada em 110 milhões de euros pela União Europeia por fornecer informações "incorretas ou enganosas" durante a compra do serviço de mensagens WhatsApp, em 2014.

Dado Ruvic/REUTERS

A Comissão Europeia culpa a tecnológica Facebook de fornecer informações enganosas no acordo de compra da aplicação WhatsApp, em 2014.

A empresa liderada por Mark Zuckerberg disse que não tinha acesso automático às informações dos utilizadores da app, mas dois anos depois da aquisição do WhatsApp, foi precisamente isso que aconteceu.

“A decisão de hoje envia uma mensagem clara às empresas de que devem cumprir com todos os aspetos das normas de fusões da UE, incluindo a obrigação de proporcionar informação correta. Impõe uma multa proporcional e dissuasora ao Facebook”, afirma um comunicado da comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, citada pela BBC.

“A decisão de hoje envia um sinal claro às empresas de que devem cumprir com todas as regras de fusão da UE, incluindo a obrigação de fornecer informações correctas”, salienta.

Em declaração, a Facebook disse: “Temos agido de boa fé desde a nossa primeira interação com a Comissão e temos procurado fornecer sempre informações precisas.”



Mais notícias