Facebook já não é para jovens, revela estudo

Estimativas da eMarketer apontam para que, apenas em 2018, dois milhões de utilizadores com menos de 25 anos abandonem o Facebook. O Snapchat e o Instagram poderão sair beneficiados.

Cada vez menos jovens norte-americanos estão a usar a rede social mais famosa do mundo e a tendência deverá acentuar-se. Um estudo da eMarketer concluiu que menos de metade dos norte-americanos entre os 12 anos e os 17 com acesso à internet usam o Facebook, enquanto no grupo dos 18 aos 24 anos a utilização caiu 5,8% no ano passado.

As estimativas da eMarketer apontam para que ambos os grupos etários continuem a deixar o Facebook nos próximos dois anos. Apenas em 2018, poderá perder dois milhões de utilizadores com menos de 25 anos. A rede social deverá continuar a crescer em termos de utilizadores, mas menos que até aqui, prevendo-se um aumento de 1% em 2018, segundo a análise a que a Quartz teve acesso.

Ainda está por perceber para onde estão a migrar os mais jovens que abandonam o Facebook. O estudo aponta para um crescimento de 1,6 milhões de utilizadores com menos de 25 anos no Instagram e de 1,9 milhões no Snapchat.

“O Snapchat poderá eventualmente assistir a um crescimento maior em grupos mais velhos, já que está a redesenhar a plataforma para se tornar mais fácil de usar”, explicou a analista da eMarketer, Debra Aho Williamson, citada pela Quartz. “A questão é se os jovens vão continuar a considerar o Snapchat cool se mais pais e avós estiverem lá. É esse o dilema em que o Facebook está”.

 






Mais notícias
PUB
PUB
PUB