“Eu estava na sala, não aconteceu”. Assessor nega fuga de informação de Trump

Assessor de Segurança Nacional norte-americana, H.R McMaster, explica que o presidente dos EUA e o ministro russo abordaram questões de ameaças comuns durante a reunião, reforçando que nunca foram partilhados dados confidenciais nem desvendadas estratégias militares.

O Assessor de Segurança Nacional norte-americana, H.R McMaster, falou ontem aos jornalistas para esclarecer que Trump não revelou informações confidenciais acerca do Estado Islâmico ao ministro dos negócios estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e ao embaixador russo numa reunião na Casa Branca na semana passada.

“Eu estava na sala, isso não aconteceu”, disse McMaster. “Não há nada que o presidente considere mais importante que a segurança dos norte-americanos”.

O Washington Post adiantou a informação relativa à ‘fuga de informação’ por Trump ontem, afirmando que o presidente tinha divulgado informações confidenciais de um acordo de partilha de intelligence considerado tão sensível que nem sequer tinha sido mostrada aos aliados do país e estava sob controlo restrito mesmo dentro do governo.

H.R Master explica que o presidente norte-americano e o ministro russo abordaram temas de ameaças comuns durante a reunião, reforçando que nunca foram partilhados dados confidenciais nem desvendadas estratégias militares.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB