Estrangeiros são responsáveis por 82% do investimento imobiliário

Negócio médio no mercado nacional mais do que duplicou, situando-se nos 35 milhões de euros. Perfil do investidor mudou radicalmente desde 2014.

O peso do investimento estrangeiro no imobiliário em Portugal subiu para os 82%. Os investidores estrangeiros têm vindo a ganharpeso face aos nacionais, os family offices são cada vez mais relevantes enquanto investidores e o investimento estendeu-se a hotéis, equipamentos de ensino, de saúde e ativos industriais.

Este é o perfil traçado pela consultora Cushman &Wakefield, para o Jornal Económico. “O perfil do investidor imobiliário mudou drasticamente a partir de 2014”. A consultora salienta que “até a essa data o investimento imobiliário era dividido em partes iguais, entre investidores nacionais e estrangeiros”. Entre os estrangeiros, além dos habituais investidores europeus, o ‘apetite’ no território nacional estendeu-se aos players de origem asiática, americana e africana.

Artigo publicado na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB