Estradas congeladas e escolas fechadas. EUA enfrentam inverno mais rigoroso das últimas décadas

Este já é considerado o inverno mais rigoroso nos Estados Unidos e no Canadá, das últimas décadas. Vários acidentes rodoviários e escolas fechadas por vários dias são algumas das consequências.

O rigoroso inverno deste ano afeta também o Sul dos Estados Unidos.  No Kentucky, Louisiana, e Texas  as estradas congelaram e registaram-se vários acidentes esta semana. Consequentemente,  o governo de Louisiana, do Texas e da Geórgia fecharam algumas estradas estaduais. As escolas também suspenderam as aulas.

Na Geórgia, onde nevou na madrugada de quarta-feira, as baixas temperaturas também congelaram as estradas e impedem o tráfego normal de veículos também na área urbana das cidades. O frio intenso deste ano já provocou o fecho de escolas em duas ocasiões. Na área metropolitana de Atlanta, Georgia, os alunos ficaram sem aulas dois dias em novembro e hoje as aulas também foram suspensas.

Na região sul dos Estados Unidos, dias de neve são pouco usuais e em média neva dois ou três dias por ano. Como não neva muito nestas regiões, os governos locais não investem em máquinas suficientes para remover o gelo das estradas.

O gelo acumulado nas estradas causou vários acidentes esta semana no Texas. A imprensa local noticiou mais de 30 acidentes rodoviários no sudeste do estado, região mais afetada pelo clima frio.

O Serviço Metereológico Nacional prevê ventos gelados para esta semana, com temperaturas inferiores a menos 10ºC para Texas, Arkansas, Louisiana, Alabama, Mississippi, Geórgia, Tennessee, Kentucky, Kansas e Missouri.

Na Georgia, em algumas regiões, a sensação térmica chega a menos 18ºC por causa dos ventos gelados. Este já é considerado o inverno mais rigoroso nos Estados Unidos e no Canadá, das últimas décadas.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB