Esquerda em alta na primeira sondagem pós-autárquicas 

A primeira sondagem depois das eleições autárquicas dá uma clara vitória ao PS e reforça a posição de António Costa, mas também a de Assunção Cristas, com os dois políticos a registar a mesma subida na popularidade. Toda a esquerda sobe nas intenções de voto, ao passo que o PSD e Passos Coelho caem. 

Tiago Petinga/Lusa

Depois de resultados eleitorais mistos na noite de 1 de outubro, os partidos de esquerda registam uma subida generalizada nas intenções de voto na primeira sondagem realizada depois das autárquicas. Levada a cabo pela Eurosondagem para o Expresso (que divulgou os resultados) e para a SIC, a sondagem revela um crescimento de 0,7% para o PS, 0,6% para o Bloco de Esquerda e 0,2% para a CDU. Já para os seus respetivos líderes, os resultados são diferentes: António Costa viu a sua popularidade aumentar em 1,6%, o mesmo acontecendo com Assunção Cristas, apesar de o CDS ter descido 0,8% nas intenções de voto. Já Catarina Martins viu a sua popularidade descer 1,1%, menos que a de Jerónimo de Sousa, cuja queda foi de 1,6%.

Ainda assim, a descida na popularidade do líder do PCP é bastante inferior à que regista o líder da oposição. Pedro Passos Coelho regista a maior descida neste barómetro mensal, com uma queda de popularidade de 3,6%, para os 4,4%, meramente um quarto da popularidade de que gozava há um ano. A descida do líder social-democrata é acompanhada pelo percurso do seu partido. O PSD perde 0,7% face ao mês passado para um total de 28% nas intenções de voto dos portugueses, o valor mais baixo desde que está na oposição.





Mais notícias