Emissão de ações e dívida de empresas portuguesas regista maior subida em 11 meses

Os títulos de capital emitidos por empresas e bancos em Portugal valorizaram mil milhões e 200 milhões de euros, respetivamente, em abril. Por outro lado, os títulos de dívida pública desvalorizaram 300 milhões de euros.

Stefano Rellandini/Reuters

As emissões líquidas de títulos – ações e dívida – em Portugal totalizaram os 4,6 mil milhões de euros, em abril, de acordo com dados publicados esta quinta-feira pelo Banco de Portugal. A grande maioria diz respeito a colocações das administrações públicas, mas o destaque está nas empresas, que registaram o maior aumento em 11 meses.

Em abril de 2018, as emissões líquidas (emissões brutas deduzidas de amortizações) de títulos das administrações públicas totalizou 4,4 mil milhões de euros, o que representa mais de 95% do total nacional.

“O saldo de títulos emitidos por residentes totalizou 466,5 mil milhões de euros, aumentando 5,6 mil milhões de euros face a março de 2018, constituindo a maior variação desde maio de 2017”, explicou o Banco de Portugal. O maior contributo vem das empresas, já que a banca registou emissões líquidas negativas no valor de 300 milhões de euros.

Os títulos de capital emitidos por empresas e bancos em Portugal valorizaram mil milhões e 200 milhões de euros, respetivamente. Por outro lado, os títulos de dívida pública desvalorizaram 300 milhões de euros.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB