EDP vende 150 milhões de défice tarifário

Este défice tarifário resultou do diferimento por 5 anos da recuperação do sobrecusto de 2017 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2015 e 2016).

A EDP – Energias de Portugal, acaba de comunicar ao mercado que a sua subsidiária EDP Serviço Universal, comercializador de último recurso do sistema eléctrico português, detido a 100% pelo Grupo EDP, acordou hoje a venda de 150 milhões de euros do défice tarifário de 2017, relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial.

Este défice tarifário resultou do diferimento por 5 anos da recuperação do sobrecusto de 2017 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2015 e 2016).

A EDP tem vindo a fazer várias operações de titularização de créditos de dívidas do défice tarifário do sistema energético em Portugal.

O défice é o resultado de uma decisão política antiga de não permitir que, num ano, os preços da eletricidade reflictam os seus custos, limitando os aumentos de preço a um tecto administrativo e adiando o pagamento para o futuro do que consumimos nesse ano, com juros.

(em atualização)




Mais notícias
PUB
PUB
PUB