Economia chinesa supera expetativas e regista melhor trimestre desde 2015

O PIB chinês acelerou 6,9% no primeiro trimestre do ano, enquanto o investimento e as vendas do retalho também aumentaram.

A economia chinesa acelerou no primeiro trimestre do ano, seguindo a tendência iniciada no final de 2016. O produto interno bruto (PIB) na China acelerou 6,9% entre janeiro e março, face ao mesmo período do ano passado. O valor ficou acima da previsão dos analistas consultados pela Bloomberg que se situava nos 6,8% e significa a primeira vez em sete anos em que o PIB cresce por dois trimestres consecutivos.

O desempenho foi o melhor nos últimos seis trimestres, impulsionado pela recuperação do investimento, vendas do retalho e atividade industrial, segundo dados divulgados esta segunda-feira. O investimento em capital fixo, excluindo zonas rurais, disparou 9,2% no primeiro trimestre do ano, face a um crescimento de 8,1% nos três meses anteriores.

As vendas de retalho subiram 10,9% nos doze meses que terminaram em março, também acima da estimativa dos analistas questionados pela Bloomberg, que ficava em 9,7%. Já a produção industrial cresceu 7,6% no mês passado face ao período homólogo, 1,3 pontos percentuais acima da expetativa.

“Pela primeira vez nos últimos anos, a China começou o ano com uma forte aceleração do PIB”, explicou o economista-chefe do Banking Group Ltd. em Hong Kong, especialista nas economias da China, Austrália e Nova Zelândia. “Graças ao forte investimento e propriedade, a economia a ter uma boa performance”.

Mais notícias