E-faturas: Fisco não vai prolongar prazo para validação

Muitos contribuintes não conseguiram aceder ao portal devido à grande afluência ao site mas o prazo não vai ser alargado.

Ontem foi o último dia para validar as faturas referentes a 2016 e o site das finanças apresentou várias falhas e dificuldades no acesso ao e-fatura.

Em média, “o número de sessões foi 20 vezes superior ao normal”, como noticia a Lusa. A grande afluência de contribuintes no site terá causado a falha do sistema que, de acordo com os números citados pelo Fisco, quase 1,5 milhões de contribuintes quiseram validar as faturas no último dia.

Apesar do prazo não ser alargado os contribuintes podem apresentar uma reclamação ou fazer o preenchimento na declaração de rendimentos até dia 15 de março. Segundo a Autoridade Tributária só será possível consultar e reclamar das despesas gerais e familiares, bem como das despesas com direito à dedução do IVA pela exigência da fatura, que foram comunicadas ao Fisco, no endereço https://irs.portaldasfinancas.gov.pt.

De acordo com o ministério liderado por Mário Centeno, “houve apenas um curto período de total indisponibilidade, de cerca de dois minutos, perto das 20:00”, mas que “nos períodos de maior pico de acesso, o aumento do tempo de resposta foi de cinco segundos” e que “no geral” as inacessibilidades temporárias foram ultrapassadas pelos contribuintes ao “recarregar a página”.

A Associação Nacional de Contabilistas enviou uma carta ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, a que a Lusa teve acesso, a dar conta da “debilidade” e da “incapacidade” do Portal das Finanças para dar resposta às necessidades dos cidadãos.



Mais notícias