Dow Jones fecha em máximos históricos animado pelas palavras de Janet Yellen

Ao nível das empresas, destaque para um research do Deutsche Bank que diz que a Apple está sobrevalorizada em 70.000 milhões de dólares.

Andrew Kelly/Reuters

A presidente da Fed disse hoje que a economia norte-americana está preparada para mais subidas das taxas de juros e isso foi quanto bastou para o principal índice de Wall Street tocar máximos históricos.

O Dow Jones subiu 0,57% para 21.532 pontos, enquanto o Nasdaq subiu de 1,10% para 6.261,2 pontos e o S&P 500 valorizou 0,73% para 2.443,3 pontos após o discurso da presidente do banco central, Janet Yellen, na Comissão de Serviços financeiros da Câmara dos Representantes.

No seu discurso, que repetirá amanhã diante do Comité Bancário do Senado, para explicar a evolução da economia e da política monetária do banco central, Yellen considerou que a economia dos EUA é “suficientemente saudável para se continuar a normalizar gradualmente a política monetária, especialmente com a redução do seu balanço, que atualmente tem uma grande carteira de dívida soberana acumulada à custa da crise financeira global de 2008.

A presidente do banco central indicou que a Fed “continua a esperar que a evolução da economia justifique o aumento gradual da taxa de juros de longo prazo. Yellen reiterou que o preço do dinheiro vai continuar a subir, mas que ainda assim de forma menos pronunciada do que outros processos de normalização monetária”.

Na redução do balanço do Fed, que cresceu para 4,5 triliões de euros com medidas monetárias para combater a crise financeira, Yellen disse que “este ano vai começar a gradualmente a reduzir o tamanho do balanço de forma significativa, mas não ao nível de antes da crise”.

Ao nível das empresas, destaque para um research do Deutsche Bank que diz que a Apple está sobrevalorizada em 70.000 milhões de dólares. O Deutsche Bank acredita que as ações da Apple estão sobrevalorizados pelo mercado em quase 10%, cerca de 70.000 milhões. Num momento em que alguns especialistas como a Goldman Sachs têm considerado as capitalizações bolsistas das tecnológicas demasiado elevadas .

O banco germânico avalia as ações do fabricante do iPhone em 132 dólares. Apesar disso as ações da Apple fecharam em alta de 0,14% nos 145,74 dólares.

Ao nível da empresa, os investidores continuam a aguardar o início da temporada de resultados. Na sexta-feira, três dos bancos mais poderosos, JP Morgan Chase, Wells Fargo e Citigroup publicam as suas contas do segundo trimestre. O consenso espera um aumento de 7,4% nos lucros das empresas cotadas do S&P 500, e números não muito otimistas para o setor bancário.

O petróleo West Texas sobe quase 1% (0,89%) para 45,42 dólares. O petróleo reduziu os ganhos após a OPEP ter confirmado mais um aumento da produção durante o mês de Junho, efeito compensado pela redução das reservas de crude nos EUA.
No mercado de câmbio, o euro caiu 0,4% para  1,1422 dólares.

 





Mais notícias
PUB
PUB
PUB