O que dizem os jornais, esta quinta-feira?

Conheça aqui os principais títulos do dia.

Hoje, 12 de janeiro, na capa do Diário de Notícias: “Europa não quer regresso de jihadistas e apoia julgamentos na Síria e no Iraque”. O jornal diz ainda que o ministro do Ambiente tem garantias de Madrid: “Almaraz não está fechado”.

O Público faz manchete com a notícia de que: “Rui Rio defende nacionalização temporária do Novo Banco”. Na mesma edição, destaque para: “Bruxelas quer mais impostos no tabaco, álcool e refrigerantes”.

O Jornal de Negócios escreve: “Banco CTT exige novo reforço de capital”; “Novo Banco é uma subida de divisão para a Apollo e Lone Star”; “Ainda não temos direito a desligar do trabalho?”.

No Correio da Manhã: “Macedo apontado na máfia do sangue”; “Cancro da mama: diagnóstico precoce cura 95% dos casos”; “Secretas acusam Trump de ‘chuva dourada’ em Moscovo”.

O Jornal de Notícias revela: “Chuva e gripe matam acima do esperado”. O diário escreve também sobre emprego: “Trabalhadores têm mais qualificações que os patrões mas o fosso está a diminuir”.

O jornal I dá hoje enfoque a “Como o telemóvel mudou a nossa vida”. Além disso, destaque para “Portugal paga os juros da dívida mais elevados desde a saída da Troika”.

A revista Visão faz uma edição dedicada ao antigo Presidente da República Mário Soares: “Retrato por quem melhor o conheceu”.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB