Dívida pública: Governo não vai avançar com renegociação unilateral

Relatório sobre a sustentabilidade da dívida pública será apresentado a 26 de abril, segundo o jornal Expresso.

Cristina Bernardo

O Expresso na edição online diária noticia que o governo não vai subscrever o relatório produzido pelo grupo de trabalho criado para analisar a dívida pública, embora vá estar presente na apresentação pública, de modo a garantir ficar claro “que não alterou uma única vírgula”.

Aliás, o Expresso assinala mesmo que, independentemente das conclusões do documento, o Governo não vai avançar para uma renegociação unilateral.

O Governo criou com o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda um grupo de trabalho que irá produzir um relatório sobre a sustentabilidade da dívida pública, que será apresentado a 26 de abril, avançou o Expresso.

O jornal frisa ainda que o governo rejeita a ideia de estar a ser feita gestão política da divulgação do relatório, para não ser coincidente com a avaliação da agência rating DBRS à dívida pública, a 21 de abril.

Mais notícias