Diretiva dos Pacotes Turísticos portuguesese apresentada em Bruxelas como um exemplo de boas práticas

No decorrer do workshop promovido pela eurodeputada e copresidente do Intergrupo do Parlamento Europeu para o Turismo e a Cultura, Claudia Tapardel, o acordo realizado entre a APAVT e a DECO no âmbito da transposição da Diretiva dos Pacotes Turísticos foi apresentado como um exemplo de boas práticas a seguir.

O workshop, que teve lugar no Parlamento Europeu e reuniu legisladores Europeus e do setor das Agências de Viagens e Operadores Turísticos, tinha como objetivo a discussão da  implementação da nova diretiva dos pacotes de viagem, que tantas dificuldades tem conhecido na quase totalidade dos países da comunidade europeia. A nova lei pretende providenciar proteção futura aos consumidores que compram pacotes tradicionais ou dinâmicos, além de combinações de serviços de viagens, e terá que ser transposta para o ordenamento jurídico nacional até final deste ano.

 Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT – Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo adiantou que  “não fico, de facto, indiferente. É  uma satisfação sermos apresentados como exemplo de boas práticas”.
 
O responsável adiantou ainda que gostaria de salientar três ideias fundamentais, que ajudaram neste processo. “Desde logo, dialogamos com um interlocutor no Governo que entende o sector e a indústria turística, facto que é uma mais valia evidente, face a tantos outros países europeus. Por outro lado, temos um histórico de relacionamento com a DECO de mais de dez anos, solidificado na ideia clara de que que ambos servimos as mesmas pessoas – os consumidores finais; finalmente, a perceção de que a confiança do mercado é o nosso valor mais precioso enquanto empresas, de onde resulta a mais valia de um acordo com quem representa, em Portugal, os interesses dos consumidores”.
Mais notícias
PUB
PUB
PUB