Início2017Dezembro (Página 249)

A fronteira foi sempre, e acima de tudo, um dispositivo político de exclusões por delimitações muito peremptórias sobre quem é, de direito, sujeito de inclusão.

No meu registo ambientalista pró-renováveis, custar-me-ia aceitar taxas ligadas à estratégia de descarbonização, mesmo pela razão válida que aparenta ser a do controlo de monopólios.

Belmiro deixou-nos mais pobres de exemplos de empresários. Com defeitos, sim, mas com a qualidade primária de líderes, característica essencial num estadista, mas ausente da política nacional.

Ainda considera que a infeção pelo VIH é coisa de gays, drogados e prostitutas? O grupo dos heterossexuais tem mantido, ao longo de vários anos, a maior taxa de incidência e prevalência do VIH.

PUB
PUB
PUB