Crozz é o terceiro I.D. da Volkswagen

Tal como previsto pelas imagens já divulgadas, o terceiro modelo da gama elétrica I.D., da Volkswagen, é um crossover. Estreia foi em Xangai e a chegada ao mercado está prevista para 2020.

A Volkswagen revelou em Xangai o terceiro concept da sua gama elétrica I.D. O crossover elétrico I.D. Crozz segue o I.D. hatchback e o I.D. Buzz e baseia-se na mesma plataforma modular que serve os anteriores modelos, devendo estrear-se no mercado em 2020, juntando-se à planeada ofensiva elétrica da marca alemã.

De linhas musculadas, o crossover caracteriza-se pelas portas traseiras deslizantes, que facilitam o acesso ao habitáculo, espartano, com espaço para acomodar quatro ocupantes e a sua bagagem. A animar o Crozz estão dois motores elétricos, um por cada eixo, o que faz dele um tração integral. O motor do eixo dianteiro oferece 100 cv de potência, com o do eixo traseiro a acrescentar mais 200 cv à equação, para uma potência total de 300 cv. Cada eixo tem a sua transmissão própria e o diferencial elétrico é capaz de alterar a potência enviada para cada eixo em função das necessidades de tração. Trabalhando em conjunto com uma bateria de 83 kWh, o Crozz acelera dos 0 aos 100 km/h em menos de seis segundos e consegue uma autonomia de 500 km.

Uma estatística interessante da bateria é o facto de esta poder ser carregada até 80% da sua capacidade em apenas 30 minutos através de um carregador de 150 kW. Ainda no capítulo da bateria, e tal como acontece com o Buzz e com o hatchback, esta encontra-se debaixo do piso, baixando assim o centro de gravidade e distribuindo o peso de forma mais eficiente. Em linha com os seus antecessores, também o Crozz é totalmente autónomo. Para tal, utiliza quatro scanners laser que emergem do tejadilho de vidro do Crozz quando a condução autónoma é ativada.

O presidente da VW, Herbert Diess, comentou o concept: “Se fosse possível fazer uma previsão 100% fiável do aspeto que teria o futuro, esta seria essa previsão. Com o I.D. Crozz estamos a mostrar como a Volkswagen vai transformar a paisagem automóvel a partir de 2020.”





Mais notícias
PUB
PUB
PUB