Crédito ao consumo acelera em 2018 com compra de automóveis

Os créditos ao consumo atingiram nos primeiros dois meses deste ano o valor mais alto desde 2013, com um total de 1,1 mil milhões de euros, revelou hoje o Banco de Portugal. O crédito para compra de automóveis foi um dos principais responsáveis por esta subida, com um crescimento homólogo de 23% para 454 milhões de euros.

O valor do crédito ao consumo atingiu um valor recorde de 1,1 mil milhões de euros nos primeiros dois meses do ano, revelou hoje o Banco de Portugal. Este montante, que constitui o valor mais alto desde 2013, compara com 960 milhões de euros no mesmo período de 2017.

O crédito para compra de automóvel foi um dos principais responsáveis por esta subida, com um crescimento homólogo de 23% para 454 milhões de euros, dos quais 225 milhões foram emprestados durante o mês de fevereiro.

Por sua vez, os outros créditos pessoais ascenderam a 493 milhões de euros, o que significa uma subida de 18% face ao primeiro bimestre do ano passado.

Em fevereiro, o montante dos novos créditos ao consumo pessoal cresceu 15,2% para 261 milhões de euros, enquanto o dos cartões de crédito e a descoberto aumentou 6,5% para 88 milhões de euros.

Em quantidade, o número total de novos créditos ao consumo aumentou 7,2%, para 124.082: o número de novos créditos ao consumo automóvel aumentou 18,0%, totalizando 16.007, os novos empréstimos ao consumo pessoal subiram 15,0% para 39.034 e os novos contratos de cartões e descoberto cresceram 1,1%.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB