Crédito Agrícola entre os bancos com menos reclamações

Em todas as rubricas analisadas o Crédito Agrícola voltou a ser em 2016 a instituição financeira, entre as principais a atuar no país, com o número mais reduzido de reclamações junto do Banco de Portugal

Crédito Agrícola, a única instituição financeira cooperativa em Portugal, é das instituições financeiras com menos reclamações em 2016. A conclusão é do Relatório de Supervisão do Banco de Portugal.

Nas contas de depósito à ordem, o regulador recebeu uma média de 25 reclamações por cada 100 mil contas, refere o comunicado do banco liderado por Licínio Pina. No Crédito Agrícola (SICAM – Sistema Integrado de Crédito Agrícola Mútuo, do qual fazem parte oito Caixas de Crédito Agrícola, com a supervisão da Caixa Central) foram registadas seis reclamações por cada 100 mil contas de depósito à ordem, revela o banco.

No crédito aos consumidores, o Banco de Portugal recebeu uma média de 29 reclamações por cada 100 mil contratos, já o Crédito Agrícola registou 15 reclamações por cada 100 mil contratos.

Quando se compara as reclamações do sector no crédito hipotecário, verifica-se que o Banco de Portugal recebeu uma média de 74 reclamações por cada 100 mil contratos e no Crédito Agrícola registaram-se apenas 30 reclamações, por cada 100 mil contratos.

Isto é, em todas as rubricas analisadas o Crédito Agrícola voltou a ser a instituição financeira, entre as principais a actuar no país, com o número mais reduzido de reclamações.

 



Mais notícias