CR7 chega a uma encruzilhada aos 33 anos, com cinco desafios

Dentro e fora do campo, esta época está a ser complicada para o capitão da seleção portuguesa. E se quem está de fora olha para o futuro de que o mais bem sucedido atleta português pode não fazer parte, o próprio também tem decisões a tomar.

Cristiano Ronaldo é o mais bem sucedido atleta português de sempre, mas aos 33 anos enfrenta cinco desafios que, não colocando o seu legado em causa, poderão manchar a reta final da carreira do atual Bola de Ouro.

Após mais de uma década a conquistar troféus, 2017/2018 pode ser a epóca horribilis do capitão da seleção, embora o valor da marca CR7 possa ascender aos 120 milhões de euros este ano, segundo uma estimativa feita por Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor executivo do IPAM.

Em Espanha, arrasta-se o contencioso que o português tem com a autoridade tributária: o fisco acusa Ronaldo de pelo menos quatro crimes tributários, por não ter declarado 14,7 milhões de euros, entre 2011 e 2014, em direitos de imagem. O fisco acredita ter havido intencionalidade e a responsável fiscal Caridad Gómez Mourelo chegou mesmo a defender pena de prisão para o jogador do Real Madrid. Ronaldo, que já tinha dito que só está a ser investigado por ser quem é, retorquiu: “Estou preso a estes bebés lindos [referindo-se a uma fotografia com os filhos, partilhada no Instagram]”.

O salário base do português é outra incerteza. Uma alegada insatisfação do futebolista com a direção do clube, sobre um eventual aumento, tem sido alimentada pela imprensa espanhola. Fontes próximas do atleta terão dito que se trata de uma questão de estatuto. Afinal o Bola de Ouro de 2017 recebe 21 milhões de euros anuais com salário base, em comparação com os 35 milhões do blaugrana Messi e os 30 milhões de Neymar, no Paris Saint-Germain (PSG).

E é precisamente o brasileiro do PSG a colocar mais um nó no novelo. Haverá um acordo entre o clube de Madrid com o pai de Neymar, para contratar o jogador já este verão. A transferência, alegadamente, já estaria decidida desde que o avançado deixou Barcelona. O clube parisiense será apenas uma ponte para evitar uma transferência direta entre os emblemas espanhóis rivais. O salário poderá ser de 40 milhões de euros anuais “limpos”.

Mas a grande questão do futuro a curto prazo do português está no seu rendimento e dimensão desportiva. Aos 33 anos, o madeirense está num Real Madrid, bicampeão europeu, mas que esta época está fora da luta pelo título espanhol , atualmente a 19 pontos do líder Barcelona. A única competição clubística onde ainda poderá singrar é a Liga dos Campeões, embora a próxima fase da prova seja de fogo. Nos ‘oitavos’, os blancos defrontam o PSG – uma final antecipada. Na La Liga, Ronaldo marcou apenas 4 golos na primeira volta, o pior desempenho desde que chegou ao Real Madrid em 2009.

Restará o Mundial da Rússia, onde, fruto desta encruzilhada surgirá um de dois ‘Ronaldos’: o atleta motivado e pronto a brilhar ou o atleta suscetível a perturbações.

Os cinco desafios de Cristiano Ronaldo:

Salário vs Estatuto:
Cristiano Ronaldo tem acordado com Florentino Pérez renovar o contrato cada vez que um rival, como Lionel Messi ou Neymar, vir aumentar o respetivo vencimento. Será uma questão de estatuto? Afinal trata-se do recordista de bolas de ouro, a par de Messi. O presidente dos merengues, contudo, já fez saber que não há verba para aumentar os 21 milhões de euros base anuais do craque, embora tenha anunciado 300 milhões para transferências na próxima época.

Problemas Fiscais:
O fisco detetou fraude e o ministério público de Espanha pediu sete anos de prisão para o português e uma multa de 28 milhões de euros. O litígio ainda não terminou, sendo que está em causa quatro delitos pela ocultação de rendimentos no IRNR – imposto sobre os rendimentos de não residentes – e noutras taxas obrigatórias. A defesa do jogador tem alegado tratar-se de uma falha técnica no preenchimento da documentação.

Real Madrid:
Na primeira liga espanhola, o desempenho geral da equipa tem sido pobre. Resultado: quarto lugar na tabela classificativa. Ao contrário de outras épocas, só a qualidade de Cristiano Ronaldo não tem chegado.  Em 2017/2018, CR7 apenas marcou 20 golos, em 27 jogos oficiais. No campeonato espanhol, o craque conta com o pior registo na primeira volta desde que chegou ao clube: somente quatro golos.

Possível Transferência:
Manchester United, Paris Saint-Germain, ou Estados Unidos? Da última vez que renovou com o Real Madrid, o madeirense afirmou poder terminar a carreira na capital espanhola, mas com o alegado descontentamento, fraco desempenho do clube nas competições internas e o rumor “Neymar”, a saída do Bernabéu pode tornar-se numa realidade já no final desta época. Perto do fim da carreira, está longe o cenário de voltar ao Sporting.

Seleção Nacional:
O Campeonato do Mundo, que se realiza de 14 de junho a 15 de julho,  na Rússia, poderá salvar a época, caso o Real Madrid não ganhe nada. Se isso acontecer, o camisola 7 terá que superar, mais uma vez, todas as expectativas para lutar com Lionel Messi por mais uma Bola de Ouro. O recordista de internacionalizações pela seleção portuguesa terá que levar o seu estatuto de capitão mais além. O seu último mundial poderá ser na Rússia.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB