Cozinha contemporânea sem esquecer a raiz tradicional

Descubra algumas sugestões gastronómicas do Jornal Económico na cidade de Lisboa.

AJITAMA SUPPER CLUB

A comida que é feita com o coração é de bom sabor e qualidade. E se juntarmos, em casa, numa mesa dez pessoas desconhecidas para o jantar? Um conceito de experiência gastronómica bastante recente. Lisboa não está preparada, mas não faltam curiosos com vontade em partilhar mesa com desconhecidos.

A ideia surgiu de dois amigos, António e João, que viveram e apaixonaram-se pela cultura e gastronomia do Japão. O projeto consiste na cozinha tradicional japonesa, com foco no prato principal – o ramen. Um prato que combina noodles de massa fresca, dois tipos de caldo (um de carne e outro de alimentos do mar), barriga de porco preto e, o ingrediente essencial, ovo. A preparação requer uma enorme precisão em termos de temperatura e tempo de cozedura e muito amor e paciência. A estrela do prato, o ovo, é deixado a marinar durante a noite e o tempo de cozedura é contado ao pormenor. Os noodles são caseiros e ainda preparam dois caldos de 7h cada um. Um de galinha, outro de marisco. A barriga de porco preto coze durante a noite e é verificada de duas em duas horas. A vontade e dedicação é tanta, que resulta num jantar inesquecível.

Morada revelada após a confirmação da reserva
Horário: só com reserva; sábados a partir das 21h30
Informação: www.facebook.com/pg/ajitamapt
Reservas: ajitamalisbon@gmail.com
Preço: contribuição livre

 

CRUZES CREDO

Há muito por descobrir nos labirintos entre Sé e Alfama. Escondem espaços com antiguidade, como também revelam muitas novidades. Se passar pela Sé de Lisboa e entrar na rua de baixo, irá encontrar o Cruzes Credo. O que era uma loja antiga de balanços foi transformada num café-restaurante. Um espaço muito acolhedor com decoração rústica vintage.

A ementa é composta tanto por algo leve, como tostas e saladas, como por pratos mais consistentes. Entre as entradas escolha amêijoas com limão, alho e coentros ou queijo de cabra com geleia. A ementa para o prato principal inclui bacalhau com puré de grão, couve portuguesa e chouriço; bife da vazia com batata, cogumelos, bacon, espargos e ovo estrelado; hamburguer com abacate, tomate, cebola e guacamole ou hamburguer vegetariano com salada. Se ainda tiver espaço na barriga, termine com o melhor bolo de chocolate, de requeijão ou tarte de maçã.

Cruzes Credo é para os que não se preocupam com as horas “corretas” para uma refeição. Entre as dez e meia e duas da manhã, pode comer o que quiser e quando quiser. Ou simplesmente sente-se na esplanada e enquanto está a ler o jornal, beba um café.

Rua Cruzes da Sé 29
Horário: aberto todos os dias 10h30-02h
Preço: 25 euros para duas pessoas

 

MONTE MAR

Nasceu em Cascais há mais de 30 anos. No início de 2016, abriu o terceiro espaço em Lisboa e trouxe os famosos filetes de pescada com arroz de berbigão. Tem o privilégio com a vista para o rio Tejo, Ponte 25 de Abril e o Cristo Rei. Para aproveitar o sol relaxe na esplanda enorme, com mais de 100 lugares.

O Monte Mar é um restaurante ideal para quem adora peixe e mariscos, mas também há pratos de carne. Prove a sapateira recheada, gambas à guilho, bacalhau à lagareiro, arroz de marisco, o peixe do dia grelhado ou assado à padeiro. Para os apreciadores de carne, peito de pato à Monte Mar, costeletas de borrego saltedas, iscas à portuguesa ou a posta à Mirandesa.

A grande maioria dos pratos são finalizados e empratados na mesa do cliente.

Rua da Cintura do Porto de Lisboa, Armazém 65
Horário: 12h-23h
Encerra: segunda-feira
Preço: 80 euros para duas pessoas



Mais notícias