Contratação de financeiros está a aumentar. Saiba quanto podem ganhar

Numa função de direção, o diretor administrativo e financeiro vai à frente na folha de ordenados com 80 mil euros brutos anuais, na capital, segundo o estudo de tendências de mercado da Michael Page.

A contratação de perfis financeiros, nomeadamente em funções de Controlling, Contabilidade, Tesouraria e Direção Financeira tem vindo a aumentar gradualmente nos últimos meses, revela o estudo de Tendências de Mercado da Michael Page, que o Jornal Económico tem vindo a divulgar.

Na linha da frente das contratações estão empresas de todas as dimensões: multinacionais, pequenas e médias e empresas de SSC (Shared Services Centers). A cidade de Lisboa e empresas internacionais ligadas ao setor do Real Estate pontificam nos destaques.

Um perfil financeiro que desempenhe funções de “expert” é, à partida, melhor remunerado do que um perfil que exerça funções de direção, funções de controlo ou funções contabilísticas.

No grupo das cinco funções “experts” consideradas – gestor de projeto, responsável de consolidação, responsável de estratégia, responsável de financiamento e responsável de fusões e aquisições – , o melhor remunerado é o responsável de estratégia. Poderá, segundo o estudo da Michael Page, auferir até 80 mil euros brutos anuais, máximo, em Lisboa, e 65 mil no Porto. Ligeiramente abaixo encontra-se o profissional que chancela as fusões aquisições da empresa – 75 mil euros brutos anuais é quanto poderá auferir em Lisboa; 56.700 euros é o ordenado no Porto.

Numa função de direcção, o diretor administrativo e financeiro  vai à frente na folha de ordenados: 80 mil euros brutos anuais, na capital, e 60.200 euros na Invicta. O controller financeiro é quem ganha menos: 19.600 euros/ano em Lisboa e menos mil no Porto.

Numa função de controlo, o melhor remunerado é o controller de gestão central, com 70 mil euros, em Lisboa, e 59.920 euros no Porto. O pior pago é o auditor externo: 18.200 e 17.500 euros, respectivamente, no Porto e em Lisboa.

O melhor remunerado numa função contabilística é o chefe de Contabilidade, cuja remuneração poderá atingir os 50 mil, em Lisboa, e os 49.700 no Porto.

O estudo de remuneração foi realizado com base no conhecimento que a Michael Page tem do mercado e da sua relação com empresas clientes e candidatos.

 




Mais notícias
PUB
PUB
PUB