Contas do JPMorgan e Citigroup desanimam investidores em Wall Street

Os dois bancos, que estão entre os maiores nos EUA, prestaram contas antes da abertura dos mercados e, apesar, do crescimento dos lucros, os resultados ficaram abaixo das expetativas dos analistas.

Reuters

Wall Street abriu esta quinta-feira a registar quedas ligeiras, depois da apresentação de resultados de dois dos maiores bancos nos Estados Unidos. Tanto o JPMorgan como o Citigroup prestaram contas antes da abertura dos mercados e, apesar, da subida nos lucros, os resultados ficaram abaixo das expetativas dos analistas, tal como já tinha acontecido no trimestre anterior.

O índice industrial Dow Jones desce 0,07% para 22.857,83 pontos, enquanto o financeiro S&P 500 recua 0,15% para 2.551,43 pontos e o tecnológico Nasdaq cai 0,15% para 6.593,48 pontos.

“O que estamos a assistir é depois de um período longo de alta consecutiva no mercado, com ganhos, mesmo que [os resultados] sejam um pouco decepcionantes, ou mesmo que o sejam num aspeto de ganhos – como a negociação de títulos no caso do JPMorgan, é mais uma desculpa para selloff“, explicou Scott Clemons, estrategista-chefe de investimentos da Brown Brothers Harriman em Nova Iorque, à agência Reuters.

Esta sexta-feira é a vez do Bank of America e do Wells Fargo apresentarem contas e, segundo Clemons, os resultados empresariais deverão aumentar a volatilidade nos índices, com a falta de outros desenvolvimentos importantes para impulsionar o mercado.

No mercado cambial, o dólar segue a apreciar-se face às pares europeia e britânica. A moeda norte-americana valoriza 0,10% para 0,844 euros e 0,60% para 0,760 libras. Já face à divisa japonesa, o dólar deprecia-se 0,17% para 112,310 ienes. Os juros da dívida norte-americana benchmark avançam para 2,35%.



Mais notícias