Consumo dos combustíveis em Portugal diminuiu em fevereiro

Em Portugal, o gasóleo e a gasolina ocuparam o sétimo e sexto lugar, respetivamente, dos mais caros a nível europeu, após aumento dos impostos.

Conforme os preços dos combustíveis aumentaram, o seu consumo diminuiu. A Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis (ENMC) divulgou, esta tarde, o relatório mensal sobre as variações da compra dos produtos petrolíferos, onde apontou uma descida de 2.7% no consumo dos combustíveis face ao período hómologo de 2016.

O relatório refere uma descida do consumo mensal da gasolina, situando-se nas 73.005 toneladas – menos 7,6% face a fevereiro de 2016. Já o consumo mensal de gasóleo teve um impacto menor que a gasolina, situando-se nas 352.953 toneladas, ou seja, menos 1,6% face ao mesmo período do ano anterior.

A alteração deveu-se ao aumento excessivo do preço médio de ambos os combustíveis, em que o relatório indica ter sido verificado “um aumento no preço médio de venda ao público (PMVP) de 27 cêntimos por litro, ou seja, mais 26,7% no gasóleo, e de 22,9 cêntimos por litro, mais 18% na gasolina”, quando comparados com os valores de fevereiro do ano passado.

Em Portugal, o gasóleo foi considerado o sétimo mais caro da União Europeia, tanto antes como depois dos impostos. Já a gasolina ocupa o quarto lugar dos mais caros na Europa antes dos impostos e a sexta mais cara, depois.

“A margem bruta, a 28 de fevereiro de 2017, em Portugal, apresentava um valor de 18,4 cêntimos por litro para o gasóleo e de 21,8 cêntimos por litro para a gasolina 95”, lê-se no relatório.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB