Construtores alemães suspeitos de cartelização

As autoridades alemãs e europeias estão a investigar os maiores construtores alemães, que são suspeitos de cartelização. As multas podem ser “muito altas”, diz a comissária europeia Margrethe Vestager.

Os maiores construtores alemães de automóveis estão a ser investigados, não apenas pelas autoridades alemãs da concorrência, mas também pela Comissão Europeia. Em causa estão suspeitas de cartelização entre VW, Porsche, Audi, BMW e Daimler (dona da Mercedes-Benz), que terão realizado reuniões para acordar a utilização de determinados fornecedores, combinado preços e ainda harmonizado standards de produção, colocando os concorrentes estrangeiros em desvantagem.

Segundo adianta a Reuters, citando o Business Insider, a comissária europeia Margrethe Vestager (na imagem) afirma que, caso as acusações sejam provadas, os construtores visados poderão incorrer em multas “muito altas”. Mas a comissária ressalvou que ainda é muito cedo para especular acerca da “extensão das possíveis sanções e do timing da decisão da Comissão Europeia”.

Vestager afirmou ainda, referindo-se às ações das autoridades europeias da concorrência contra a Google e o Facebook, que não via “uma grande diferença entre as práticas das empresas americanas de tecnologia e aquelas dos construtores alemães”.





Mais notícias