Constança Urbano de Sousa chora no parlamento: “Foi o momento mais difícil da minha vida”

A ministra da Administração Interna emocionou-se hoje no parlamento ao recordar o incêndio de Pedrógão Grande.

Cristina Bernardo/Jornal Econímico

“Este não foi o momento mais difícil da minha carreira, foi o momento mais difícil da minha vida”, disse a ministra da Administração Interna hoje no parlamento, citada pelo Notícias ao Minuto, relativamente ao incêndio que assolou Pedrógão Grande há duas semanas.

Constança Urbano de Sousa defende que “muito do que se tem ouvido [sobre as forças de segurança] é muito injusto”. A ministra quer “dar tempo à GNR para concluir um inquérito de apuramento” sobre o que aconteceu na estrada nacional 236, onde morreram 42 pessoas, e defendeu ainda o que tem vindo a público sobre ter havido apenas três militares no terreno “não é verdade. Já lá estavam 31 militares”.

A ministra disse ainda, sobre as falhas do SIRESP, que pediu um “estudo independente”  para “perceber se precisamos de tomar medidas” sobre esta rede de comunicação.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB