Cinco comandantes ilibados pelo assalto de Tancos

Os cinco comandantes exonerados no início do mês, depois do roubo nos Paióis de Tancos, foram ilibados e o chefe de Estado-Maior voltou a nomeá-los para as mesmas funções.

O chefe de Estado-Maior, Rovisco Duarte, devolveu os comandos aos cinco comandantes responsáveis pelas rondas aos paióis assaltados.

No início do mês foi anunciado a exoneração dos quatro coronéis e um tenente-coronel responsável, em rotação pela segurança dos edifícios assaltados. A decisão segundo fontes oficiais do Exército, em comunicado, “foi tomada para garantir isenção e transparência às averiguações internas”. As mesmas “já estão concluídas e não há motivos para manter as exonerações”, disse fonte oficial do Exército ao Correio da Manhã.

Os comandantes foram nomeados para as mesmas funções, mas foi avançado que os edifícios os quais eram responsáveis serão encerrados.

Os oficiais que voltaram ao serviço são o coronel Ferreira Duarte (Infantaria 15), o coronel Hilário Peixeiro (Paraquedista), o tenente-coronel Teixeira Correia (Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida), o coronel Paulo Almeida (Regimento de Engenharia 1) e o coronel Amorim Ribeiro ( Unidade de Apoio Geral de Material).

PUB
PUB
PUB