China vai abrir mercado de 200 milhões para a carne portuguesa

Após anos de espera, as autoridades chinesas estão prestes a abrir o mercado aos produtos nacionais. O potencial é gigantesco.

Depois de alguns meses de negociações (desde julho do ano passado) por parte da tutela e das associações setoriais, os suinicultores portugueses estão prestes a conseguir entrar no gigantesco mercado chinês – que logo no primeiro ano pode absorver cerca de 200 milhões de euros da produção nacional do setor.

Este valor, avançado ao Jornal Económico por Vítor Menino, presidente da Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS), permitirá ao sector um poderoso salto nas exportações, dado que os negócios que se esperam com a China representam cerca de 30% da faturação do conjunto do setor – cerca de 670 milhões de euros.

Artigo publicado na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor




Mais notícias
PUB
PUB
PUB