Centeno não rejeita aumentos salariais na função pública em 2019

Em entrevista à TSF, o ministro das Finanças explicou que o descongelamento de carreiras irá continuar, acompanhado de um programa de recrutamento para áreas que têm estado "muito fechadas".

Cristina Bernardo

O ministro das Finanças adminitiu que aumentos salariais para a função pública, no próximo ano, não estão fora de questão. Em entrevista à TSF, Mário Centeno garantiu que o descongelamento das carreiras irá prosseguir e que não diz “nunca” a novas subidas nos rendimentos, além das que advém da progressão nas carreiras.

“No Orçamento do Estado para 2019 posso-lhes garantir que o descongelamento das carreiras vai prosseguir, e isso é visível no quadro que foi incluído no Programa de Estabilidade, e isso significa quase 400 milhões de euros de aumento das despesas com o pessoal e, portanto, os funcionários públicos vão ter um aumento no ano que vem, isso é garantido”, afirmou Centeno.

Questionado sobre se poderá haver aumentos na função pública, além dos que estão associados às progressões nas carreiras, o ministro respondeu: “Nunca me ouviu dizer a palavra nunca e também não vai ser agora”. O responsável pela pasta das Finanças acrescentou ainda que o Governo começou um programa de recrutamento na administração pública, para áreas que têm estado “muito fechadas”.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB