Centeno espera que avaliação da Fitch espelhe a saída do défice excessivo, mas “temos de esperar”

Agência de notação financeira avalia atualmente o rating da República em BB+, com perspetiva estável, ou seja no primeiro nível de ‘lixo’.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse esperar que a avaliação da notação financeira pela agência da Fitch, agendada para esta sexta-feira, venha a refletir a formalização da saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo (PDE).

“Hoje a Fitch vai reavaliar e todos esperamos que a realidade se possa refletir numa avaliação efetiva da agência. Mas temos que esperar”, disse Centeno em declarações aos jornalistas à margem da reunião do Ecofin, no Luxembrugo esta sexta-feira.

O ministro frisou que após o anúncio de Bruxelas no mês passado sobre a saída do país do PDE ao fim de oito anos que “aquilo que era mais positivo era uma melhoria das condições de financiamento” de Portugal.

Hoje o Conselho Europeu decidiu revogar, sob recomendação da Comissão Europeia, o PDE de Portugal e Centeno realçou que “a nossa expectativa é que haja uma reavaliação de todos das condições económicas e financeiras”.

No entanto, salientou que o processo de reavaliação “é lento e vai decorrer ao longo dos próximos meses”.

A Fitch avalia atualmente o rating da República em tualmente em BB+, com perspetiva estável, ou seja no primeiro nível de ‘lixo’.





Mais notícias