CDS propõe 20 novas estações de metro em Lisboa

Ou há ambição ou os problemas de mobilidade não se vão resolver, defendeu Assunção Cristas.

Cristina Bernardo

Assunção Cristas avançou no Parlamento que o CDS vai propor a construção de “20 novas estações de metro” em Lisboa. “É uma semana especial, uma semana de visita papal e eu quero ser especialmente construtiva”, começou por dizer a líder do CDS.

“Ou há rasgo, horizonte e ambição para o Metro de Lisboa ou os problemas da cidade de Lisboa não se vão resolver”, disse a líder do CDS no debate quinzenal. Assunção Cristas considerou que duas estações não chegam para resolver o problema da mobilidade na cidade e propôs alargar a rede do metro “para Belém, mas também para Loures”.

Na resposta, o primeiro-ministro, António Costa, ironizou: “Não achei muito leal aproveitar a ausência da senhora deputada Teresa Leal Coelho para este momento”, disse. A deputada do PSD, tal como a líder do CDS, é candidata à Câmara de Lisboa nas próximas eleições autárquicas.

António Costa sublinhou ainda que durante o mandato de Assunção Cristas no Governo, o metro perdeu “100 milhões de utentes”.





Mais notícias