Caso Selminho: “Ainda quer Rui Moreira que lhe peçam desculpa. É preciso ter muita lata”, diz João Semedo

João Semedo reage ao arquivamento da queixa contra Rui Moreira, no caso Selminho, deixando claro que o Ministério Público "censura e desmente" o autarca. 

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, anunciou no dia 13 de julho ter sido notificado pelo Ministério Público (MP) do arquivamento da queixa apresentada pela CDU, em dezembro, contra si, no caso Selminho, devido a um terreno na calçada da Arrábida.

João Semedo já reagiu, comentando que, apesar de arquivada a queixa contra o presidente, o Ministério Público  desmente e censura Rui Moreira.

“Rui Moreira sempre disse que não tinha tido qualquer intervenção no processo. Não é verdade, já se sabia que foi uma procuração emitida pelo próprio Rui Moreira que desencadeou as negociações que conduziram ao acordo entre a Câmara Municipal do Porto e a Selminho da família Rui Moreira”, começa por dizer o bloquista, sublinhando que o MP “confirma e critica” essa mesma intervenção do autarca.

“E ainda quer Rui Moreira que lhe peçam desculpa… É preciso ter muita lata”, remata João Semedo.



Mais notícias