Carris começa a receber novos autocarros no segundo semestre

Foi assinado um primeiro contrato para a aquisição de 40 autocarros articulados a gás comprimido da Evobus (Grupo Salvador Caetano) e um segundo contrato para a compra de 125 autocarros ‘standard’ à Mercedes-Daimler

Mário Cruz/Lusa

A Carris assinou hoje os contratos para aquisição de 165 novos autocarros à Evobus (Grupo Salvador Caetano), MAN e Mercedes-Daimler.

A cerimónia decorreu hoje, dia 1 de fevereiro, nas instalações da Carris em Santo amaro, Lisboa, precisamente na data em que se completa um ano da transferência da gestão da empresa para a Câmara Municipal de Lisboa.

A cerimónia contou com a presença do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes; do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina; e do presidente da Carris, Tiago Farias.

Foi assinado um primeiro contrato para a aquisição de 40 autocarros articulados a gás comprimido da Evobus (Grupo Salvador Caetano)/Mercedes-Daimler, e um segundo contrato para a compra de 125 autocarros ‘standard’ à MAN.

“Este foi um ano especial. Foi um ano de passagem da empresa para a esfera municipal. Foi um ano marcante para a Carris e para os seus colaboradores e para os utilizadores dos seus serviços”, defendeu Tiago Farias nesta cerimónia de assinatura dos contratos de aquisição dos novos autocarros da empresa.

O presidente da Carris sublinhou a importância de “devolver à cidade o que deve ser gerido pelos habitantes e residentes da cidade” e assumiu que estas decisão “foi o início da inversão do declínio da oferta, do declínio da procura, do aumento tarifário”.

Hoje, vivemos a reversão de todos esses números. Estamos numa fase de retoma”, garantiu Tiago Farias.

Este gestor relembrou que, “nos últimos seis anos, a Carris perdeu mais de 110 autocarros”.

“Nos próximos quatro anos queremos alargar a nossa frota dos atuais 600 para 700 autocarros, perto da frota que tínhamos há cinco anos.  Desde 2010 que a empresa não adquiria quaisquer autocarros. A empresa entrou também num novo processo de recrutamento de pessoal, de motoristas, de guarda-freios e de pessoal técnico. Concretizámos o alargamento da rede ao fim de anos de vários cortes. Conseguimos mais oferta, maior procura”, destacou o presidente da Carris.

Tiago Farias adiantou que “esta é parte de um projecto de aquisição de um total de 350 autocarros, dos quais 100 serão com energias mais sustentáveis”.

“Haverá um concurso mais à frente para adquirir autocarros 100% eléctricos”, prometeu o presidente da Carris, relembrando que todo este programa teve o apoio financeiro do programa comunitário PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

No entender de Tiago Farias, a cerimónia que hoje decorreu “marca um novo impulso e um novo ritmo que queremos dar à empresa”.




Mais notícias