Candidatos às autárquicas multados por publicidade ilegal no Facebook

As candidaturas em causa são a do socialista Manuel Pizarro, à Câmara Municipal do Porto e da centrista Assunção Cristas, à autarquia de Lisboa.

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) abriu um processo de contra-ordenação às sedes de candidatura do PS ao Porto e da Coligação Nova Lisboa, liderada pelo CDS-PP, avança o jornal Expresso Online. Em causa está a publicação de publicidade paga na rede social Facebook para efeitos de propaganda, em contra-ordenação com o estipulado por lei.

O porta-voz da CNE, João Tiago Machado, indica ao jornal que não há dúvida de que “pela primeira vez, esta rede social foi utilizada em grande escala como arma de propaganda pelos partidos políticos”. Até ao dia 15 de agosto, a CNE recebeu 260 queixas, no âmbito da campanha autárquica, 42 delas relacionadas com os anúncios patrocinados no Facebook.

As candidaturas em causa – do socialista Manuel Pizarro ao Porto e da centrista Assunção Cristas a Lisboa – já foram notificadas, de acordo com a CNE. os partidos visados e o Facebook ficam agora sujeitos a uma multa que pode ir dos 15 mil euros ou 75 mil.

 





Mais notícias