Canção sobre atentados no mundo vence Festival italiano de Sanremo

A canção “Non mi avete fatto niente”, que fala sobre os atentados e a forma de seguir em frente na vida, venceu hoje o Festival de Sanremo e representará Itália no Festival da Eurovisão em Lisboa, em maio.

Ermal Meta e Fabrizio Moro | Youtube

A canção de Ermal Meta e Fabrizio Moro, que correu o risco de ser eliminada por um presumível caso de plágio, fala de locais onde ocorreram atentados na Europa como Las Ramblas, em Barcelona, Nice, Paris ou Londres e assegura: “tudo vai além das vossas guerras estúpidas”.

Os dois jovens, já vencedores de prémios em anteriores edições deste festival, vão representar Itália na grande final do Festival da Eurovisão da Canção, que decorre a 12 de maio no pavilhão Altice Arena, em Lisboa.

A edição deste ano do Festival de Sanremo, que teve como diretor artístico e apresentador o cantor Claudio Baglioni, teve um elevado número de espetadores, com cifras de audiências superiores a 50% nos seis dias em que durou o festival.

A final deste Festival, na qual participaram 20 conhecidos músicos em Itália como Noemi, Ornella Vanoni, Nilla Zilli, Rom o Maz Gazze, foi vista por mais de 12 milhões de italianos.

Este espetáculo paralisa praticamente o país a nível informativo, ocupando grandes espaços em todos os meios de comunicação, tornando-se o tema central de conversa dos italianos por estes dias.

Além dos concorrentes, foram convidados artistas como o britânico Sting e os italianos Laura Pausini, Giorgia, I Negramaro o Biagio Antonacci.

A canção portuguesa onde será conhecido o sucessor ou sucessora de Salvador Sobral e da sua balada “Amar pelos dois”, que valeu a vitória do nosso país na competição do ano passado e permitiu a realização do Festival da Eurovisão em Lisboa, vai ser decidida em duas semifinais e uma final, a 18 e 25 de fevereiro e a 04 de março, respetivamente.

O Festival da Eurovisão da Canção em Lisboa vai contar com a presença de 43 países a concurso – o maior número de sempre, facto que só aconteceu duas outras vezes, em 2008 e 2011.




Mais notícias