Calçado português prepara-se para conquistar os EUA em 2018

Em 2018, a campanha de promoção do calçado português terá sete protagonistas e assumirá uma linguagem mais jovem, orientada para novos consumidores e mercados.

Há 10 anos, a APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos) lançava, com o apoio do Programa Compete, uma ousada e inovadora campanha de comunicação do calçado português nos mercados externos – com a designação – “The Sexiest Industry in Europe”- procurando desse modo reposicionar o setor que representa.

Recorde-se que, com o comércio externo a assumir-se como a principal prioridade para a indústria portuguesa de calçado, mais de 95% da sua produção é exportada, para 152 países, nos cinco continentes, o que equivale a 81 milhões de pares de calçado, num valor próximo dos 2 mil milhões de euros.

Para a APICCAPS este é, igualmente, o momento de se proceder a uma avaliação do trabalho desenvolvido. Na última década, as exportações portuguesas de calçado cresceram mais de 60%, atingindo um novo máximo histórico no final do último ano. Nesse período, o preço médio do calçado exportado aumentou cerca de 30% e Portugal apresenta, hoje, entre os principais produtores mundiais de calçado, o 2º maior preço médio de exportação.

Apesar de o foco do próximo ano estar virado para os EUA, Luís Onofre, presidente da APICCAPS, assegura, ao Jornal Económico, que os restantes mercados j+a consolidados ou outros por consolidar, “não serão descurados”.

Campanha “sexy e cool”

Alicerçada no logótipo Portuguese Shoes, a nova campanha volta a inspirar-se na iconografia portuguesa e numa ideia de sofisticação e qualidade, cruzando referências e reforçando a ligação a várias outros setores da economia portuguesa ‐ como o vestuário, a ourivesaria e o turismo esta campanha visará transmitir um retrato global de Portugal no exterior.

Esta campanha foi fotografada na Madeira e pretende ser também um testemunho de um país repleto de novos talentos. Depois de Sara Sampaio, Sharam Diniz e Victoria Guerra, serão os rostos da nova geração da moda nacional que estarão em destaque; Alécia Morais, Francisco Henriques, Isilda Moreira, João Lima, Maria Clara, Maria Rosa e Ricardo Gomes dão vida à “indústria mais sexy da Europa” que agora também será infinitamente cool.

 




Mais notícias