Calçada portuguesa vai candidatar-se a Património da Humanidade

A Câmara de Lisboa foi integrada na Associação Calçada Portuguesa, que reúne entidades públicas e privadas. O próximo passo é a candidatura a Património Imaterial da Humanidade.

Por uma votação unânime, a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou a entrada do Município de Lisboa na Associação Calçada Portuguesa, que fazem ainda parte a Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins (ASSIMAGRA), a União das Cidades Capitais Luso-Afro-Américo-Asiáticas (UCCLA) e o Grupo Português da Associação Internacional para a Protecção da Propriedade Intelectual (AIPPI).

Agora, relata a TimeOut, que avança com a notícia, a associação irá preparar a candidatura da calçada portuguesa a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO. Conseguindo-o, a calçada portuguesa juntar-se-ia com o fado, mais um patrímónio da Humanidade com raiz alfacinha, uma vez que a calçada artística portuguesa nasceu na capital portuguesa. A nova candidatura vai elevar para três as pretensões de Lisboa na UNESCO, juntando-se a “Lisboa Histórica, Cidade Global” e a “Lisboa Pombalina”.





Mais notícias