Business Transformation Summit: Antecipar o futuro e reinventar os negócios

Numa Era em que existem mais dispositivos ligados à Internet do que seres humanos, o Ouro agora chama-se “Data”.

A Internet das Coisas (IoT) e a forma como esta nos permitirá – na realidade já permite, recolher de maneira automática e contínua, a qualquer hora e em qualquer lugar, todo o tipo de dados e informação sobre o que consumimos, produzimos e partilhamos, abre às empresas que queiram ser verdadeiramente globais, independentemente do seu tamanho, um universo de desafios e oportunidades sem precedentes.

Neste contexto de inegáveis oportunidades para crescer de uma forma exponencial, ainda assim há muito quem não deixe também de olhar para o previsível impacto negativo que estes avanços tecnológicos terão no mercado de trabalho e nas profissões mais tradicionais. Para estes, a transformação em curso é, antes de mais, um sinónimo ameaçador da transferência de um grande número de trabalhos, até aqui realizados por humanos, para as “mãos” de maquinas e robots dotados de algum tipo de inteligência.

Em simultâneo, o facto de alguns avanços recentes em áreas de ponta como a IA (Inteligência Artificial) e o Machine Learning poderem, só por si, contribuir significativamente para um novo salto civilizacional, tão ou mais importante que o das últimas três revoluções industriais, atrai-nos coletivamente.

Neste aspeto, os robôs autónomos são um exemplo particularmente interessante de IA por serem capazes de processar informação sensorial, planear e executar tarefas e circular autonomamente, para além de já ser possível vislumbrar neles um conjunto de potencialidades que no futuro facilitarão o nosso trabalho ajudando-nos, por exemplo, a tomar melhores decisões e assim tornar as nossas pessoas e empresas mais competitivas.

Para tirar partido desta nova realidade e potenciar a nossa complementaridade com a Inteligência Artificial à medida que ela se for tornando mais presente no nosso quotidiano, é necessário conhecer e adquirir novas competências para nos conseguirmos integrar plenamente nesta nova realidade.

Não podemos ignorar que as inovações tecnológicas têm provocado profundas transformações no mundo do trabalho em geral e nas formas de aprendizagem em particular. Neste campo, importa perceber quais as competências que os profissionais do futuro vão precisar de assegurar para serem capazes de liderar a mudança de forma bem-sucedida.

Assim, num momento em que é cada vez mais necessário aumentar as nossas competências pessoais e digitais para acompanhar as transformações em curso, o aumento da literacia digital e a consequente transformação que ela facilita, é hoje, porventura mais do que nunca, um dos eixos cuja criticidade estratégica é mais significativa, quer para as empresas como para os profissionais que estas incorporaram nas últimas décadas.

Um exemplo atual disto será a utilização da Realidade Aumentada em contexto profissional e a autêntica revolução que esta nos trará em termos de novos hábitos e paradigmas de trabalho. São inúmeras as oportunidades de aprendizagem colaborativa e à distância que ela permite e até já nos proporciona.

As mudanças em curso exigem por isso, aos responsáveis pela gestão do negócio e desenvolvimento das pessoas e do seu talento, uma estratégia completamente distinta daquela que tem sido praticada até aqui para aproveitar ao máximo estes recursos. Neste domínio, os profissionais de Learning & Development assumem um papel fundamental.

Por isso, face a este cenário e perante a aceleração das mudanças em curso, a CEGOC organiza este ano a segunda edição do Business Transformation Summit que visa, com a ajuda de cinco reputados oradores nacionais e internacionais com uma visão eclética sobre o futuro, trazer estes temas a debate e antecipar algumas das possíveis estratégias para assegurar a utilização de 100% do nosso potencial económico e humano.

O Business Transformation Summit acontece a 17 de outubro no Centro de Congressos Lagoas Park e durante a manhã, será composto por uma Conferência Internacional sucedida de cinco Transformation Labs que decorrem em simultâneo durante a parte da tarde.

Os cinco oradores convidados serão o Gerd Leonhard, a professora Manuela Veloso, Laura Overton, CEO da Towards Maturity, Luís Martins da IT People Innovation e  Alberto Rendo do Grupo IKEA.

 

Venha descobrir como diferenciar-se num mundo no limiar de uma era de transformação e crescimento sem precedentes, em constante mutação. Esperamos por si no dia 17 de outubro para desafiar os seus paradigmas e reinventar o futuro!

Pode antever um pouco do que será este evento aqui. A Conferência também será transmitida em live streaming, com divulgação global em direto para todo o mundo (acessos ao live streaming do evento aqui).



Mais notícias
PUB
PUB
PUB