BPI vai distribuir 490 mil euros nos Prémios Empreendedor XXI para start-ups

BPI lança em Portugal os galardões para start-ups que o CaixaBank criou em Espanha. É hoje lançada a primeira edição dos Prémios Empreendedor XXI para reconhecer start-ups.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

O BPI anunciou em comunicado que lança hoje a primeira edição em Portugal dos Prémios Empreendedor XXI para “identificar, reconhecer e acompanhar as empresas inovadoras com maior potencial de crescimento”, diz o comunicado.

Esta iniciativa é organizada em parceria com a Caixa Capital Risc (Criteria Caixa), a sociedade gestora de empresas de capital de risco da Fundação La Caixa. “Os prémios serão realizados pela primeira vez em Portugal no âmbito da estratégia do Grupo CaixaBank de implementar alguns dos seus programas no nosso país, após o BPI ter passado a fazer parte do Grupo no passado mês de Fevereiro”, escreve a nota do banco liderado por Pablo Forero.

A edição de 2017 dos Prémios Empreendedor XXI distribuirá cerca de 490.000 euros, o que faz desta iniciativa para empreendedores uma das mais relevantes na Península Ibérica, refere o banco.

O prazo de apresentação de candidaturas (os empreendedores que pretendam apresentar os seus projectos) ocorre desde o passado 4 de Setembro até 3 de Novembro, e têm de ser submetidas online. Durante os meses de Novembro e Dezembro serão avaliadas as candidaturas e seleccionados os finalistas. No primeiro trimestre de 2018 serão realizadas as cerimónias de entrega dos prémios territoriais e a fase final de decisão dos Prémios Empreendedor XXI será em Março.

Com esta iniciativa, “o BPI espera que os Prémios Empreendedor XXI sejam uma referência para as start-ups de Portugal e um avanço decisivo para impulsionar os melhores projectos de empreendedorismo do país”. O banco maioritariamente detido pelo CaixaBank “acredita que os Prémios Empreendedor XXI terão uma boa receptividade que se traduzirá numa elevada participação de empresas nacionais, como tem acontecido na versão espanhola destes galardões criados pelo CaixaBank”.

“O Empreendedor XXI atribuirá dois galardões às empresas com maior impacto na sua área geográfica de origem, um na zona Norte e Centro e outro em Lisboa, Sul e Ilhas. Os vencedores territoriais receberão 5.000 euros e uma bolsa para participar num programa internacional de desenvolvimento empresarial, ‘Ignite Fast Track’, da Universidade de Cambridge (Reino Unido)”, anuncia o BPI.

Além disso, acrescenta a nota, os candidatos portugueses podem também aspirar a vencer os prémios na sua versão global. “O programa concede um total de cinco prémios principais, cada um dirigido às empresas de Portugal e Espanha mais destacadas em sectores emergentes: Ciências da Vida, Tecnologias de Informação, Negócios Digitais, Tecnologias Industriais e Agro-alimentar” diz o banco.

Desta forma, as empresas portuguesas que cumpram os requisitos de candidatura – negócios altamente inovadores com menos de três anos de actividade – poderão conquistar prémios de elevado valor económico (25.000 euros por prémio) e o acesso a um programa internacional de crescimento organizado com a Singularity University, uma prestigiada escola de negócios em Silicon Valley, conclui o comunicado.

A edição espanhola destes prémios foi lançada em 2007 e desde então, foram investidos 4,3 milhões de euros em prémios e acções de acompanhamento, que beneficiaram 289 empresas. Em concreto, foram atribuídos 2,5 milhões de euros em prémios monetários e 1,8 milhões de euros em acções de formação e networking internacional.



Mais notícias