Bombeiros atentos a alerta de risco ‘muito elevado’ de incêndio

As zonas montanhosas da Madeira estão hoje em rico ‘muito elevado’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Atentas às previsões do IPMA, as corporações de bombeiros lembram, contudo, que até 15 de Outubro as serras da madeira estão a ser patrulhadas 24 horas/dia, ao abrigo do  Plano Operacional de Combate aos Incêndios Florestais 2017 (POCIF – 2017).

“Temos duas equipas de prevenção ao abrigo do Plano Operacional de Combate aos Incêndios Florestais, uma delas está em patrulha, desde manhã, no exterior”, refere  Rui Jesus, segundo comandante dos Bombeiros Voluntários Madeirenses.

Mais de 60 concelhos da região Norte e Centro do país e quatro municípios do Algarve estão hoje em risco ‘Máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Bragança, Vila Real, Porto, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Portalegre e Santarém são os que apresentam mais concelhos em risco ‘máximo’, além dos municípios de São Braz de Alportel, Tavira, Alcoutim e Castro Marim, no distrito de Faro.

De acordo com a informação disponível na página do Internet do IPMA, estão em risco ‘Muito Elevado’ cerca de 60 outros municípios das regiões Norte e Centro e cinco concelhos no baixo Alentejo e Algarve.