Bolsas dos EUA com ganhos ligeiros antes do discurso de Trump

Dow Jones ganha terreno nos mercados norte-americanos, numa sessão em que os investidores estão atentos ao discurso de Donald Trump sobre as políticas da nova administração.

A trader works on the floor of the New York Stock Exchange (NYSE) shortly after the opening bell in New York, U.S., January 5, 2017. REUTERS/Lucas Jackson

As praças norte-americanas negoceiam pouco alteradas, com os investidores a aguardar que Donald Trump dê a conhecer novos estímulos para a economia dos EUA no primeiro discurso enquanto presidente-eleito, marcado para as 16 horas de Portugal.

O industrial Dow Jones ganha 0,34% para 19.923,84 pontos, em direção ao tão aguardado marco histórico de 20.000 pontos.

O tecnológico Nasdaq valoriza 0,01% , depois de ontem ter tocado máximos históricos nos 5.551,81 pontos e o S&P 500 sobe 0,13%.

O magnata norte-americano, que toma posse em 20 de janeiro, prometeu mais investimentos nas infraestruturas e cortes nos impostos enquadrados num conjunto de medidas para impulsionar a economia do país. Após as eleições de 8 de novembro, o anúncio destas medidas provocaram uma euforia em Wall Street – o chamado “Rally Trump” –  e nos restantes mercados globais.

Os investidores “estão a posicionar-se para que Trump entregue pelo menos uma parte dos estímulos que ele prometeu”, disse Christopher Jeffery, estrategista na ‘Legal & General Investment Management em Londres, à Bloomberg.

No mercado petrolífero, a matéria prima está em alta como resultado da ponderação por parte dos investidores sobre os cortes de produção aprovados pela OPEP, face ao projetado aumento da produção do crude nos EUA. O barril de Brent sobe 1,49% para 54.44 dólares e o crude avança 1,34% para 51.50 dólares, num dia em que se aguardam os dados da Administração de Informação de Energia (EIA) sobre os inventários semanais de petróleo.

No mercado cambial, o euro deprecia-se 0,42% para 1.0509 dólares e a libra perde 0,42% para 1.2125 dólares.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB