Bolsa de Madrid afunda com declaração de independência na Catalunha

A aprovação pelo parlamento regional da Catalunha da declaração unilateral de independência levou a uma queda da bolsa e subida dos juros do país

A crise política em Espanha voltou a penalizar os mercados no país. Depois de alguns dias mais calmos, a aprovação pelo parlamento regional da Catalunha da declaração unilateral de independência levou a uma queda da bolsa e subida dos juros do país.

O índice de referência IBEX 35 caia já 1,85% para 10.156,20 pontos, com quase todas as cotadas a negociarem com perdas. As yields das obrigações da dívida pública espanhola a 10 anos sobem cinco pontos-base para próximo de 1,6%, no mercado secundário.

A votação aconteceu depois de os partidos separatistas da Catalunha, JxSí e CUP, terem apresentado uma moção para votação no parlamento regional em que propuseram estabelecer uma República catalã como Estado independente.

O presidente do governo de Madrid, Mariano Rajoy, já pediu tranquilidade a todos os espanhóis e espera-se que, até ao final do dia, o Senado espanhol aprove a ativação do artigo 155 da Constituição, que retira a autonomia à região espanhola.





Mais notícias