Portugal segue tendência europeia e negoceia em alta

PSI 20 soma 0,36%, para 5.656,98 pontos, numa sessão de ganhos ligeiros nas bolsas europeias.

REUTERS/Benoit Tessier
A praça lisboeta está a negociar em terreno positivo, esta quinta-feira, numa sessão “de ganhos ligeiros nas bolsas [europeia]”, diz a análise do Bankinter. O principal índice bolsista nacional, PSI 20, soma 0,36%, para 5.656,98 pontos, num dia em que a “Bloomberg” diz que a filial do BCP na Polónia já está no processo de compra do Eurobank, filial polaca do Société Générale.

O BCP está a valorizar 0,35%, para 0,25 euros, após o Bank Millenium, unidade polaca do banco liderado por Miguel Maya, ter entrado em processo de aquisição com o Eurobank, uma notícia que já tinha sido avançada em junho.

A liderar os ganhos estão os títulos da Mota-Engil, que avançam 1,49%, para 3,06 euros. Segundo o Diário da Bolsa do BPI, a cotada está “bastante permeável ao sentimento dos investidores globais em relação em relação aos mercados emergentes”.

A Galp Energia é outra cotada em destaque, uma vez que “poderá ser alvo de uma pressão vendedora, devido à queda acentuada que o petróleo sofreu na sessão nova-iorquina” de quarta-feira. Ainda assim, a Galp soma 0,32%, para os 17,06 euros, quando, no mercado petrolífero, o Brent avança 2,06%, para os 74,91 dólares, e o WTI valoriza 0,92%, para os 71,03 dólares.

O final da sessão de quarta-feira ficou marcado por uma descida acentuada nas cotações do petróleo, a refletir os efeitos da ‘guerra comercial’ entre Estados Unidos e China, mas sobretudo pelas novidades da Líbia. Os terminais da empresa pública National Oil Corporation (NOC) foram reabertos, o que aumenta a quantidade de matéria disponível no mercado. As forças da milícia do comandante líbio Khalifa Haftar tinham tomado o controlo de alguns dos maiores terminais de exportação de crude da Líbia, o que afetou a produção – caiu de 1,28 milhões de barris por dia em fevereiro para 527.000 barris diários em julho.

Os títulos das papeleiras Altri e Navigator também estão em alta.

Em cotnraciclo, o destaque são as retalhitas Sonae Capital e Jerónimo Martins.

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX soma 0,18%, o britânico FTSE 100 avança 0,53%, o francês CAC 40 ganha 0,25% e o holandês AEX cresce 0,17%. Em contraciclo, o espanhol IBEX 35 perde 0,22% e o italiano FTSE MIB recua 0,05%.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,03% face à moeda norte-americana, para os 1,16 dólares.

[Dados das 10h07]






Mais notícias
PUB
PUB
PUB