BCP reduz participação no Sabadell para 1%

BCP e Kutxabank têm aproveitado o 'rally' do banco espanhol, que valorizou 25% em bolsa desde janeiro, para vender participações. No total, o banco luso e o basco alienaram mais de 84 milhões de acções,

O Banco Comercial Português (BCP) terá reduzido a sua participação no Banco Sabadell de 2% para 1%, segundo o site espanhol “El Confidencial”, que cita fontes financeiras.

De acordo com o “El Confidencial”, o BCP e o banco basco Kutxabank aproveitaram a forte valorização do Sabadell – que ganhou em bolsa 25%, desde janeiro – para reduzirem ou venderem as participações.

O Kutxabank vendeu 0,5% do capital e deixou de ter participação no Sabadell. O BCP mantém uma aliança estratégica com o Sabadell mas, mesmo assim, diminuiu a sua participação de 2% para 1%. No total, os dois bancos venderam mais de 84 milhões de acções, representativas do 1,5% do capital social do Sabadell.

A decisão do Kutxabank é tida como uma “jogada de oportunidade” já que o pacote vendido era herdado da compra do Banco Herrero e, com os preços atuais, totalizava 46 milhões de euros.

Quanto ao banco português, que regista participações cruzadas com o Sabadell há cerca de 15 anos, o “El Confidencial” avança que a redução da participação está relacionada com a venda, pelo banco espanhol, de 4,08% do BCP. Os espanhóis fundamentaram esta venda com a intenção de evitar o pagamento de imposto pela limitação de deduções para menos-valias em bolsa, que se seguiram à reforma tributária em Espanha. Assim, ao alienar a participação que já não se revelava estratégica, por 50 milhões de euros, o banco catalão evitou uma penalização fiscal, poupando quase 200 milhões de euros.