Banco de Portugal instaurou 155 processos contra 29 instituições

Este valor representa uma queda de 28% face ao ano anterior, segundo o Relatório de Supervisão Comportamental, divulgado hoje.

Cristina Bernardo

O ano passado, o Banco de Portugal (BdP) instaurou 155 processos de contraordenação contra 29 instituições, o que representa uma queda de 28% face ao ano anterior, segundo o Relatório de Supervisão Comportamental, divulgado hoje, escreve a Lusa.

A maioria das contraordenações são relativas a falhas no reporte das instituições à central de responsabilidade de crédito (43 processos abrangendo 19 instituições), a depósitos bancários (42 processos a 11 entidades) e a crédito aos consumidores e outros créditos (32 processos a 12 entidades, sendo 14 de regime geral de incumprimento e 7 de taxas máximas).

O BdP indica ainda que 90% dos processos instaurados foram consequência de reclamações de clientes (208 reclamações envolvidas nos processos instaurados).

 



Mais notícias
PUB
PUB
PUB